Estilo de Vida  22/12/2017 

Curso de Teatro – Da hobby à profissão – porque cursar teatro?

Estar em frente ou atrás das câmeras é o sonho de muita gente. Hoje, mais do que um hobby, o teatro pode se tornar sua profissão. O Curso de teatro licencia o profissional para o exercício da docência como professor de teatro ou artes, além de capacitá-lo para as áreas de cenografia, figurino, maquiagem e demais áreas pertencentes ao universo do teatro.

A graduação em teatro estuda os aspectos práticos e teóricos das abordagens dramáticas na educação, as diferentes técnicas de interpretação, o jogo cênico, a improvisação e a formação do olhar artístico-teatral dos alunos. Com licenciatura agregada, o curso também oferece uma série de matérias voltadas especificamente para o ensino, apresentando metodologias de aprendizagem em teatro em contextos escolares e não-escolares, além de pedagogia do teatro.

Os principais fatores para ingressar no universo teatral e tomar as telinhas do mundo todo são a dedicação, o compromisso, a proatividade e o suporte ideal de uma boa universidade.
O sucesso almejado por um ator é conquistado a medida em que ele desenvolve seu senso crítico e se torna mais curioso, utilizando seu tempo para a aprimoração e para o estudo das práticas teatrais. Não basta o dom da atuação, viu? É necessário se destacar completando o currículo com o curso ideal para você.

Há uma série de caminhos a se trilhar com o curso de teatro, bora conhecer:

1. Luz, câmera, ação: Ator ou atriz.

O mais comum dos desejos de quem escolhe cursar teatro é se tornar ator ou atriz, estar em frente às câmeras e desenvolver um trabalho que chegue ao mundo pelos veículos de comunicação. Aqui a fama é o objetivo que só é alcançado com muito trabalho e estudo, aprimoração das técnicas teatrais, comprometimento, paixão e capacidade de transmitir expressivamente o que se deseja fazer sentir.

2. Formação de personagem: A arte do figurinista.

O figurinista ocupa parte absolutamente necessária nas produções de sucesso. Quase um gênio multitalentos, o figurinista é responsável por analisar o roteiro e aplicar uma série estudos de artes, moda, história e principalmente história da moda. Após a realização dessa análise, esse profissional é responsável por selecionar os figurinos utilizados pelos personagens, de maneira que sejam fiéis às variáveis de tempo e espaço que permeiam a obra teatral.

3. Profissão? Professor!

A docência teatral, apesar de pouco visada, é um mercado em expansão. Após a reforma da Base Nacional Comum Currícular (BNCC), que prevê escolas com aulas em período integral, o ensino de teatro se torna um dos principais cursos oferecidos como matérias eletivas para os alunos, assim como o ensino de educação artística.

A oportunidade de ensinar a comunidade e transmitir linguagens e propostas teatrais para jovens e crianças universaliza o teatro como um saber necessário e enriquecedor. Assim, os profissionais amantes de práticas artísticas e teatrais podem encontrar um novo destino sem ser em frente às câmeras.

*Guest Post


Leia Também

Deixe seu comentário